menu

Brasil

11/05/2014


Astro do futebol americano universitário assume ser gay

ASSUMINDO

Um dos grandes nomes do futebol americano dos Estados Unidos está disposto a ser um atleta pioneiro. Isso porquê Michael Sam, que joga por Missouri e é um dos melhores defensores da Liga Universitária, admitiu neste domingo que é homossexual.

Por ser um dos principais candidatos ao Draft, processo de seleção de atletas da universidade para a NFL, Sam pode se tornar o primeiro jogador declaradamente homossexual a atuar como profissional.

– Eu não sou ingênuo. Eu sei o quanto isso é importante. Mas o meu papel é treinar para tentar jogar na NFL. Eu quero ir para o time que me escolher. Quem me escolher sabendo que sou gay, também tem a certeza de que sou um bom jogador e trabalhador. Esse é o time que quero jogar – disse Sam, que fez o anúncio em entrevista simultânea ao New York Times e à ESPN americana.

Natuaral da cidade de Hitchcock, no Texas, Sam informou que decidiu fazer o anúncio há duas semanas, por não saber quantas pessoas já sabiam da opção e por temer que alguém se adiantasse a ele.

– Eu não tinha ideia de quantas pessoas atualmente sabiam disso, e estava temendo que alguém escoasse a informação sobre mim. E ninguém mais, além de mim, deve contar a minha história – acrescentou.

O jogador da Universidade de Missouri teve um encontro no último sábado com um grupo formado pelo ex-quarterback da NFL Dave Kopay, que foi um fos ex-atletas da liga a se declarar gay, e o linebacker Brendon Ayanbadejo, que já demonstrou apoio aos gays.

O anúncio de Sam gerou repercussão nos Estados Unidos, por ele poder se tornar o primeiro gay assumido ativo na Liga. Mas logo surgiram os questionamentos de se alguma equipe vai selecionar o atleta após o anúncio.

Vale lembrar que nunc aum atleta em atividade na NFL fez tal anúncio, a despeito de muitos o terem realizado após a aposentadoria, como o defensor Esera Tuaolo e o cornerback Wade Davis.
publicidade

Vale lembrar que na NBA, liga americana de basquete, o primeiro jogador em atividade a fazer este tipo de anúncio foi Jason Collins. O pivô jogava no Washington Wizards na época e fez a declaração na reta final da temporada 2012-2013.

Notícias relacionadas