menu

Brasil

07/10/2018


Até o momento PF conduz 134 eleitores suspeitos de crimes eleitorais

A Polícia Federal (PF) informou que, até as 13h30 deste domingo (7), haviam sido conduzidos cerca de 134 eleitores para as superintendências da corporação para prestarem esclarecimentos por terem sido encontrados em situações suspeitas de crimes eleitorais ou em flagrante. Os dados foram divulgados no Centro Integrado de Comando e Controle das Eleições, em Brasília.

Há registro de eleitores levados para superintendências da Polícia Federal em Alagoas, Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Mato Grosso do Sul e Pará.

De acordo com a PF, os crimes mais identificados até o momento foram o transporte ilegal de eleitores e a compra de votos. Também foram identificados casos de boca de urna.

G1

Notícias relacionadas