menu

Piauí

13/09/2017


Baterista do Pink Floyd compartilha cover de piauiense

O baterista do Pink Floyd, Nick Mason, compartilhou em sua página no Facebook um vídeo do piauiense José da Cruz Silva, o Gleyfy Brauly, em que ele executa um dos clássicos da banda: “Another Brick In The Wall” (assista). Ao G1, Gleyfy disse que ficou emocionado ao saber que um de seus ídolos viu sua versão.

“Os fãs são mais rápidos que eu, eles que me avisaram, eu fiquei muito emocionado quando soube”, disse o piauiense, natural de Coivaras, cidade a 68 km de Teresina.

No vídeo que foi compartilhado por Nick e mais de 27 mil pessoas, o baterista destacou que “quando você soa assim tão bem, você não precisa saber todas as palavras”. Além de Nick Mason, o DJ brasileiro Alok também compartilhou uma versão de Gleyfy para “Never Let Me Go”.

Na legenda, Nick fez referência à pronúncia um tanto própria de Gleyfy, que confessa: nunca fez curso de inglês. “Eu nunca estudei inglês, mas estou querendo começar um curso. Eu já estou nessa carreira há mais de um ano, mas tem seis meses que estou cantando em inglês e quero começar em espanhol também”, diz ele destacando que a próxima música a entrar no repertório será Despacito.

Sucesso nas redes sociais

O sucesso e a enorme divulgação online trouxeram muitas mudanças para Gleyfy. “Há muitas críticas, muitos elogios, mas o que importa é que Graças a Deus está dando tudo certo”. Antes, ele diz que fazia até três shows por mês. Hoje chegam a 12.

Gleyfy virou sucesso nas redes sociais há cerca de um mês, quando seus vídeos ganharam a internet. Junto com as perfomances com uma pronúncia um tanto “estranha” do inglês, muitos fãs passaram a legendar os vídeos exatamente conforme a pronúncia do cantor.

O vídeo compartilhado por Nick chega a 3 milhões de visualizações. Gleyfy diz que entre os artistas e bandas que mais gosta de interpretar estão Elton John, Pink Floyd e Scorpions. Além de teclado, ele diz que toca ainda guitarra, baixo e violão.

O piauiense diz que depois do sucesso online, tudo melhorou em sua vida. “Até com a mulherada”, finaliza ele rindo.

G1

Notícias relacionadas