menu

Brasil

26/07/2018


Bernie Sanders e mais 28 parlamentares dos EUA querem Lula Livre

Um grupo de 29 congressistas americanos, incluindo o senador Bernie Sanders, que foi pré-candidato à presidência dos Estados Unidos em 2016, vai enviar nesta quinta-feira (26) ao governo brasileiro uma carta em que denuncia a prisão política de Lula, com base em  “acusações não comprovadas” em um julgamento “altamente questionável e politizado”. Na carta, Lula é qualificado como “o principal candidato presidencial” para as eleições de outubro. Os parlamentares defendem ele responda ao processo em liberdade, e afirmam que “a luta contra a corrupção não deve ser usada para justificar a perseguição de opositores políticos ou negar-lhes o direito de participar livremente das eleições”. A carta também aponta que membros das “forças de segurança do Estado podem estar implicados” no assassinato de Marielle Franco.

Para Sanders e os deputados signatários, o governo Temer é de “extrema direita” e foi instalado em meio à “intensificação do ataque à democracia e aos direitos humanos no Brasil”. O documento critica duramente o corte de gastos sociais do governo golpista e a liquidação das das leis trabalhistas.

A carta será endereçada ao embaixador do Brasil em Washington, Sergio Amaral.

Leia aqui.

Brasil 247

Notícias relacionadas