menu

Pernambuco

22/06/2016


Biblioteca pública do estado ainda homenageia presidente-militar

Muita gente nem sabe, mas a biblioteca pública do estado (BPE), localizada na Rua João Lira, no Parque 13 de Maio, bairro de Santo Amaro, ainda carrega o nome de "batismo", de 1975, em homenagem ao presidente-militar Humberto de Alencar Castelo Branco. Em 2012, o decreto de número 24.075, enviado à Prefeitura do Recife, determinou a mudança do nome do equipamento, mas até hoje a atualização não foi feita.

"A portaria mudou esse nome há quatro anos. Em 2014, por conta da Copa do Mundo, as sinalizações na cidade foram modificadas pela Prefeitura, mas na calçada da Biblioteca do Estado ainda consta o nome dado em 1975. Solicitamos a mudança, mas não fomos atendidos", reclama uma funcionária, que pediu para não ter o nome identificado.

Iniciada em 1852, ainda como Biblioteca Pública Provincial, várias instalações em diferentes bairros do Recife e ainda em Olinda abrigaram o acervo literário de Pernambuco. A Mudança de nome aconteceu após a Proclamação da República, quando foi denominada Biblioteca Pública do Estado de Pernambuco, com sede própria, segundo a direção da instituição. Após a instalação do Golpe de 1964, a Biblioteca incluiu o nome de Marechal Castelo Branco, primeiro militar a assumir o poder nesse período.

A Secretaria de Turismo e Lazer do Recife, responsável pela sinalização turística da cidade, negou ter recebido a solicitação para a troca do nome, mas confirmou que a restauração, em 2014, teve o conteúdo reaproveitado. "Trata-se de uma Placa de Localização de Atrativos, tendo em vista a importância histórica e cultural do espaço, e existe com o intuito de orientar turistas ou moradores da cidade", declarou o órgão ,através de nota oficial.

Sem firmar uma data, a Secretaria informou que o conteúdo será alterado para o nome atual através de um programa de recuperação e manutenção de placas que será feito no Recife.

Diário de Pernambuco

Notícias relacionadas