menu

14/07/2019


Blog de WS explica como atuação de Lula/Dilma no BRICS acelerou Golpe no Brasil

O novo texto do multimidia Walter Santos em seu Blog expõe como a atuação de Lula e Dilma Rousseff reforçando os BRICS motivou a deflagração de vários processos como Mensalão, Impeachment e prisão do ex-presidente sem provas consolidando o Golpe no Pais.

Eis a sintese:

11 anos dos BRICS: efeito Lula/Dilma no novo Bloco foi causa do Golpe no Brasil

Em novembro de 2019, os BRICS se reúnem em Brasília com cenário atípico pela presença do presidente Jair Bolsonaro, condutor de politicas de retrocesso alinhadas aos EUA, que se confrontam com a força em construção do novo Bloco econômico e da geopolítica, mas será a oportunidade de se comemorar 11 anos de uma experiência de avanços.

Embora o governo Trump tenha reagido maximamente contra o crescimento da China, a reação americana maior tem foco e maior preocupação com o conjunto dos 5 Paises, daí tirar o Brasil do bloco, pela força concreta nos BRICS diante da expansão econômica da Rússia, Índia e África do Sul – todos com governos progressistas apontando desenvolvimento humano de efeito econômico.

Esta é a síntese da Grande Trama bancada pelo capital especulador e de fomento ultra direita no mundo para levar o Brasil ao retrocesso ideológico e de políticas coincidindo com a participação escandalosa e eivada de vícios e crimes cometidos combinadamente pelo ex-juiz Sérgio Moro e Dalton Dallagnol e cia ( Justiça Federal, MPF, PF, TRF e ministros do STF) para prisão sem provas de Lula resultando na eleição de Bolsonaro diante do terrorismo digital contra o PT.

A CAUSA DE LULA/DILMA

A participação do ex-presidente Lula na consolidação dos BRICS foi determinante porque no inicio dos anos 2000 os lideres da Rússia e China, sobretudo, não tinham força politica internacional como agora, por isso o presidente brasileiro foi o maior catalisador.

Lula passou a ser a mais importante liderança da América Latina com influência na África e gerando grandes articulações para desarmamento do Irã ao lado da Turquia e pela criação do Estado Palestino. Se transformou no “Cara” reconhecido pelo mundo e até Obama.

BANCO E MOEDA PARA RIVALIZAR DÓLAR

O Brasil passou a ser alvo da ultra direita e do capital rentista porque, depois de Lula, Dilma sequencialmente conseguiu aprovar em Fortaleza a criação de nova moeda do bloco para rivalizar com o dólar e ainda a também criação do Banco de Desenvolvimento visando disputar mercado com FMI, Banco Mundial, etc.

Esta estratégia de alternativa econômico-financeira ameaçando o poder americano, mais a expansão da indústria de empresas brasileiras no mundo da construção civil no mundo com apoio do BNDES, em especial a PETROBRAS, fez o dono da EXXON bancar e comprar setores do Congresso, Justiça, MPF sob o comando da midia, em particular da Rede Globo e demais veiculos.

Foi a performance soberana e ascendente do Brasil que serviu de impulso para o Golpe impetrado no Brasil já no Mensalão condenando ex-ministro José Dirceu sem provas, depois Impeachment de Dilma sem motivação plausivel de crime e, ao final, a prisão de Lula para impedir seu retorno ao Governo.

Em síntese, os novos escândalos comprovando a participação de diversos atores da Justiça, MPF, a partir de Moro/Dallagnol e cia cada vez mais prova que a construção de uma grande alternativa econômica pela participação competente de Lula/Dilma nos BRICS foi a motivação do Golpe no Brasil e a ascensão de Bolsonaro na contramão.

DESAFIOS DE FUTURO

E agora? Além de comemorações, quais são os próximos passos na geopolítica global?

O fato é que os paises, exceto o Brasil, avançam fortemente e têm muito o que comemorar.

Notícias relacionadas