menu

Brasil

09/04/2014


BNDES apoia implantação e modernização de 81 salas de cinema

Cultura

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) contratou financiamento de R$ 107,7 milhões com a Empresa Cinemas São Luiz S.A., do Grupo Severiano Ribeiro, para implantação e modernização de complexos de exibição cinematográfica. Esta é a maior operação para construção e modernização de salas de cinema já aprovada pelo BNDES.

Os recursos — R$ 44,16 milhões do Programa BNDES para o Desenvolvimento da Economia da Cultura (BNDES Procult) e R$ 63,6 milhões do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) por meio do programa Cinema Perto de Você – correspondem a 85% do valor total a ser aplicado no projeto, que prevê investimentos em 81 salas de cinema, distribuídas por 12 municípios de cinco Estados do Brasil.

No Rio de Janeiro, o bairro de Santa Cruz, Zona Oeste da capital, ganhará seis salas, totalizando 1.600 lugares. Também na cidade do Rio, serão modernizadas as cinco salas de Madureira (1.086 lugares no total), as seis do shopping Rio Sul, em Botafogo, Zona Sul (1.100 lugares), e as seis salas do Via Parque, na Barra (1.400 lugares).

Cinco salas serão implantadas no bairro de Alcântara, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio, com capacidade para 1.200 espectadores, e outras cinco em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, com 1.500 lugares. Campos dos Goytacazes, no Norte do Estado, terá cinco novas salas, capazes de receber um público total de 732 pessoas.

No Estado de São Paulo, Piracicaba receberá seis novas salas, somando 1.500 lugares. Cinco salas estão em implantação em Americana, com capacidade para 1.200 espectadores. Em Sorocaba, serão implantadas seis salas, para um público total de 1.100 pessoas.

O Triângulo Mineiro contará com cinco salas em Uberlândia (1.500 lugares) e seis em Uberaba (1.300). No Rio Grande do Sul, serão implantadas cinco salas em Porto Alegre, para um público de 1.400 pessoas, e cinco em Alvorada, na Região Metropolitana, com capacidade para 1.100 espectadores. No Amazonas, as cinco salas de Manaus, com 1.137 lugares, serão modernizadas.

Empregos

Com 97 anos de atuação e presente em 17 cidades brasileiras, o Grupo Severiano Ribeiro emprega atualmente 1.000 funcionários, tem cerca de 500 prestadores de serviço contratados e mantém aproximadamente 750 postos de trabalho indiretos. Após a conclusão do projeto, deverão ser abertas 1.225 vagas, ampliando o quadro para 1.600 funcionários próprios, 750 prestadores de serviço e 1.125 pessoas empregadas indiretamente. Durante a execução, a previsão é de que sejam gerados cerca de 1.000 empregos. 

Notícias relacionadas