menu

Brasil

22/11/2013


Boato sobre tsunami em Fortaleza toma redes sociais e obriga desmentido

A previsão de que a capital do Ceará, Fortaleza, será atingida neste domingo (24) por uma onda gigante repercutiu entre a população e virou assunto nas redes sociais e nas ruas. Difundido na internet em formato de uma falsa notícia, o boato obrigou a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) a emitir uma nota oficial negando a possibilidade de o fenômeno natural acontecer.

"Após a repercussão de um boato envolvendo o nome da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos e uma suposta chegada de um tsunami no litoral cearense, o órgão informa jamais ter confirmado a atuação de um evento dessa natureza. Trata-se de boataria que ganha força com brincadeiras de mau gosto nas redes sociais. Lamentamos que o nome da Funceme tenha sido citado nesse caso específico e ratificamos: não confirmamos o tsunami", informou o órgão.

A possibilidade de a capital cearense ser devastada por um tsunami foi anunciada em 2004 por Antônio Nóbrega da Luz, que se diz vidente. Na previsão, ele menciona o mês da tragédia e conclui que ela ocorreria "mais
provavelmente" no dia 24. O boato difundido na internet menciona que as ondas poderiam chegar a mais de 100 metros de altura.

O Instituto de Ciências do Mar da Universidade Federal do Ceará também entrou em campo para aplacar o poder da boataria e tranquilizar a população. Apesar da remota possibilidade de um vulcão nas Ilhas Canárias (Espanha) provocar uma sequência de eventos que poderia levar a um maremoto no Atlântico sul, esse tipo de ocorrência, além de totalmente impossível de se prever, é absolutamente remoto de acordo com a instituição.

 

iG

Notícias relacionadas