menu

Pernambuco

31/03/2017


Bombeiros procuram por quatro vítimas em desabamento, entre elas uma criança

Passadas cerca de quatro horas do desabamento do mezanino de um supermercado onde funcionava o estoque do estabelecimento, o Corpo de Bombeiros continua à procura de vítimas. Imagens das câmeras de seguraça do local indicam a possibilidade de haver de três a quatro pessoas, uma delas crianças, embaixo dos escombos e material armazenado.

"Todo o sistema de buscas está sendo efetivado, inclusive com a ajuda de cães farejadores. A gente não perde a esperança em nenhum momento. É grande a chance da pessoa encontrar espaço para a respuração. Não vamos deixar nenhuma vida para trás. Entre o momento em que o sistema de segurança parou de atuar, também existe a possibilidade dessas pessoas terem tido tempo de sair. Estamos retirando o material, em grande quantidade para fazer a localização. São produtos de limpeza, alimentos e a equipe está em revezamento para não diminuir o ritmo dos trabalhos", detalhou coronel Almir Rocha, do Corpo de Bombeiros. Em vários momentos, a equipe pede para que as pessoas façam silêncio para que seja possível ouvir algum pedido de socorro. 

A dona de casa Taciana Ferreira, de 44 anos, estava dentro do supermercado, na seção de biscoitos, quando aconteceu o desabamento. O marido, o motorista Amilton Porfirio, de 44 anos, estava na seção de frios, e está entre os desaparecidos."As prateleiras caíram como peças de dominó. Corri junto com a multidão, que se desesperou na hora. Quando olhei pras trás procurando meu marido, só vi poeira. Estava tudo escuro", contou Taciana, que não se feriu e aguarda desde a hora do acidente por notícias do marido.

Para ajudar no resgate, funcionários do supermercado retiram as caixas de produtos da parte interna. O fornecimento de energia foi cortado na área. O cheiro de produtos químicos é forte no local. O vigilante Elias Silva, que estava ajudando os bombeiros a tirarem os entulhos passou mal depois que uma quantidade de cloro caiu sobre ele. Depois de ser atendido pelo Samu, o voluntário contou que o cenário dentro do imóvel é desolador: "Muito entulho , tudo escuro , não ouvem ninguém".

Oito pessoas foram resgatadas com vida do local e encaminhadas para unidades de saúde, todas com estado de saúde considerado estável, conscientes e sem sinais de fratura ou gravidade, embora muito assustadas. Duas foram socorridas para o Hospital da Restauração (HR), duas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Ibura, duas para a UPA da Imbiribeira, uma para UPA da Bairra de Jangada e uma para o Hospital Santa Joana.

O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) realizou o resgate das vítimas, com ajuda de uma ambulância e de um helicóptero. Tony Gleuber, médico do Samu, relatou que ao chegar as pessoas já estavam sendo retiradas do local. Em frente ao estabelecimento foram colocadas quatro lonas para separar os resgatados por gravidade. A lona preta é para as vítimas com caso de óbito, a vermelha para as vítimas graves, a amarela, para os que estão em situação mediana e verde para as vítimas não graves.

Acidente – Por volta das 10h30 desta sexta-feira, o teto do supermercado Atacarejo Ideal, na Avenida Maria Irene, bairro do Jordão Baixo, no Recife, desabou. O Corpo de Bombeiros foi acionada às 10h47 e enviou duas viaturas ao local. A Defesa Civil do Recife confirmou que sobre o mezanino do estabelecimento funcionava um depósito. O peso do matrerial armazenado pode ter sido a causa do acidente. 

Diário de Pernambuco

Notícias relacionadas