menu

Brasil

12/06/2014


Brasil tem histórico de equilíbrio em confrontos contra a Croácia

Copa do Mundo

É bem verdade que o histórico de duelos entre Brasil e Croácia é curto, mas se depender dessa estatística, a seleção comandada por Luiz Felipe Scolari deve esperar uma verdadeira pedreira nesta quinta-feira na estreia na Copa do Mundo, na Arena Corinthians, em São Paulo. Isso porque os brasileiros sofreram nos dois duelos que já fizeram contra os croatas.

O primeiro deles aconteceu em 17 de agosto de 2005, quando as duas equipes foram a campo para um amistoso na cidade croata de Split. O então técnico Carlos Alberto Parreira colocava pela primeira vez em campo o time que estava embalado pela conquista da Copa das Confederações, com direito a uma goleada de 4 a 1 sobre a Argentina na final.

Era praticamente a equipe que um ano depois estrearia na Copa do Mundo da Alemanha contra a mesma Croácia. Naquela ocasião os croatas abriram vantagem com um gol de Kranjcar aos 31 minutos, porém, dez minutos depois, o meia Ricardinho garantiu a igualdade. Após um segundo tempo arrastado, o confronto acabou mesmo 1 a 1.

Menos de um ano depois, no dia 13 de junho de 2006, a seleção brasileira pisou no Estádio Olímpico, em Berlim, na Alemanha, para medir forças com a Croácia na estreia no mundial. Havia grande expectativa sobre o desempenho dos pentacampeões, que tinham o chamado "Quadrado Mágico", com Kaká e Ronaldinho Gaúcho responsáveis por monitorar um ataque com Ronaldo e Adriano.

O jogo, no entanto, foi sonolento e complicado para os brasileiros. Os croatas conseguiram montar uma verdadeira muralha em seu campo defensivo e quando pegavam na bola levavam perigo com a habilidade do então meia Niko Kovac, hoje técnico da equipe que enfrentará o Brasil. A seleção brasileira venceu por apenas 1 a 0, graças a um gol de Kaká, que acertou belo chute de fora da área perto do fim do primeiro tempo.

(iG)

Notícias relacionadas