menu

Maranhão

07/01/2016


Cai 12% o número de homicídios no estado

O governo do Maranhão apresentou, nesta semana, o balanço das ações na área de segurança, no ano passado, no Maranhão. A queda de 12% no número de homicídios, o aumento da apreensão de armas e drogas e as estratégias policiais utilizadas pelo sistema de segurança pública foram alguns elementos indicativos da redução da criminalidade no balanço anual.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Jefferson Portela, expôs as estatísticas, mês a mês, e os dados comparativos com o ano anterior. A diminuição dos homicídios na Região Metropolitana de São Luís, representada por menos 109 assassinatos em relação a 2014, foi tendência ao longo do ano, repetindo-se em oito dos doze meses.

Portela explicou a metodologia aplicada na geração das estatísticas. “Seguimos parâmetros nacionais e internacionais para a definição dos chamados Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) para obtermos as estatísticas. O padrão foi criado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) para unificar a nomenclatura no Brasil e que é adotado, há anos, pelo Estado”.

A apreensão de armas de fogo cresceu. Foram 1.113 na Região Metropolitana de São Luís em 2015 contra 920 em 2014, o que representa um acréscimo de 21%.

O secretário de Segurança estima que, do total de armas, pelo menos 30% seriam utilizadas para atos criminosos. Para ele, a intervenção policial reduz o poder de fogo da criminalidade. “Impede os indivíduos de fazer ataques para roubos, latrocínios, homicídios, além de intimidação de bairros inteiros. A retirada de armas de circulação enfraquece o crime”, constatou.

Notícias relacionadas