menu

Brasil

17/08/2016


Caixa 2 da Odebrecht também atinge a senadora Marta Suplicy

Depois de atingir Michel Temer, com a acusação de um caixa dois de R$ 10 milhões, e José Serra, com outros R$ 23 milhões, a delação premiada da Odebrecht, que está sendo negociada com o Ministério Público Federal agora aponta para a senadora Marta Suplicy (PMDB-SP), que disputará a prefeitura de São Paulo neste ano.

De acordo com reportagem de Bela Megale, Marta teria recebido uma doação de R$ 500 mil pela contabilidade paralela da empreiteira em 2010, quando concorreu ao Senado. Corrigido, o valor hoje seria equivalente a R$ 757 mil.

A senadora nega e a suas prestações de contas daquele ano não incluem nenhuma doação da Odebrecht.

Marta Suplicy se elegeu senadora pelo PT em 2010 por São Paulo com 22% dos votos. No ano passado, ela se filiou ao PMDB após romper com a presidente Dilma Rousseff.

Notícias relacionadas