menu

Brasil

28/05/2015


Camilo entrega proposta de reajuste de 13% a professores estaduais

O governador Camilo Santana (PT) chegou a Assembleia Legislativa. O petista compareceu a Casa para entregar o projeto para o novo piso dos professores estaduais. De acordo com Zezinho Albuquerque (Pros), a ida de Camilo representa "um sinal de respeito e amizade entre os poderes".

A nova mensagem prever um ajuste de cerca de 13% no piso dos docentes, que chega a R$1.927. O valor pode alcançar até R$2.800 reais, dependendo das qualificações e tempo de carreira de cada professor. A mensagem beneficia mais de 48 mil profissionais.
 

De acordo com Camilo, desde o começo de sua gestão, a educação tem sido prioridade. Ele destaca a reunião que teve com os professores da Uece, que saíram de greve logo após, e a inauguração do campus da Universidade Estadual do Ceará em Iguatu (Uece) em Iguatu, segundo ele, "o melhor campus do interior do Nordeste".

O petista afirmou que muitas vezes não é fácil cumprir o piso nacional determinado pelo Ministério da Educação. "Muitas vezes esse reajuste não acompanha o aumento da receita", diz. Entretanto, ele afirma que constuir um futuro melhor passa pela educação. o governador também avisa que em breve assinará as ordens de serviço para a construção de novas escolas profissionalizantes.


Logo após a fala do governador, Zezinho Albuquerque. A Comissão de Constituição e Justiça da Casa foi convocada para debate o projeto de emenda à Constituição estadual que, inclui a licença-maternidade às licenças permitidas aos parlamentares. A pauta tramita em regime de urgência e é de interesse da Casa em virtude da situação da deputada Laís Nunes (Pros). Em gestação avançada, estava incerto como ficaria sua situação como parlamentar. Caso aprovado o projeto de autoria de Tin Gomes (PHS), Laís pode ficar afastada com direito a salário por até seis meses, como já determina a Constituição Federal.

O Povo 

Notícias relacionadas