menu

Brasil

11/12/2015


Cardozo afirma que impeachment é uma afronta a democracia

O ministro da Justiça, Eduardo Cardozo, voltou a rebater os argumentos pelo afastamento de Dilma Rousseff e disse que "não há justa causa para o impeachment": “Não se pode pacificar o País fora da lei e da Constituição”, afirmou, em entrevista ao 'Estado de S. Paulo'.

Ele não se disse surpreso com o apoio do PSDB ao processo: “Desde o anúncio das eleições eles buscam reverter o resultado das urnas das mais variadas formas; a novidade é que pessoas que lutaram contra a ditadura parece que agora acreditam que a melhor saída para o País é uma medida que afronta a Constituição e os mais elementares princípios democráticos”.

O PSDB se reuniu ontem para 'afinar' o discurso em apoio ao golpe.

Notícias relacionadas