menu

Brasil

15/04/2014


Cartaxo e Anísio pedem respeito do PMDB ao calendário do PT sobre a aliança

Paraíba

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), não aprovou o estabelecimento de uma data final, pelo senador Vital do Rêgo (PMDB), para que o PT defina sobre a aliança partidária com o PMDB, para as eleições de outubro. Nesta terça-feira (15), o gestor afirmou que respeita as decisões dos peemedebistas, mas cobrou respeito ao calendário imposto pela Executiva do Partido dos Trabalhadores, que pretende ainda ouvir os militantes, entre outros partidos aliados.

“O PT respeita o calendário do PMDB, mas o PT também tem o seu calendário. Por isso, não vamos nos precipitar [quando a decisão da aliança] e vamos aguardar essa decisão final”, disse Luciano Cartaxo.

Já o deputado Anísio Maia (PT) foi mais incisivo quanto à cobrança peemedebista por uma definição sobre a aliança. Segundo ele, o PMDB “está acostumado a decisões coronelistas, tomadas por três ou quatro membros numa mesa de bar ou restaurante”. “O PT ainda é um partido democrático, com decisões tomadas após muito debate interno que, às vezes, são até acirrados”, disse Anísio Maia.

WSCOM Online

Notícias relacionadas