menu

Ceará

04/01/2017


Ceará reduz homicídios em 15,2% em 2016

No Ceará, em 2016, 3.407 pessoas morreram vítimas de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) – balanço estadual que se refere a homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. Divulgados na manhã desta quarta-feira, 4, pelo governador Camilo Santana, os números indicam que a meta de redução de 6% estipulada pelo Governo do Estado foi alcançada em mais do que o dobro. Com diminuição de 39% de CVLIs, Fortaleza foi a região que apresentou melhor resultado.

Na divulgação dos números, na sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Camilo lembrou que, antes de 2015 – ano que registrou redução de 9,5% –, o Ceará tinha vivido 17 anos de crescimento nos índices de homicídios. “Conseguimos colocar essa curva para baixo”, comemorou o governador.

Camilo admite, entretanto, que o crime migrou para a Região Metropolitana (RMF) e para o Interior Sul do Estado, que tiveram, respectivamente, crescimento de 3,9% e 1,2% nas taxas de CVLIs. O Interior Norte, por sua vez, teve queda de 1,2%. “Houve toda uma estratégia para trabalhar Fortaleza. O maior problema que nós tínhamos era a Capital. E, sempre que há um esforço maior, essa coisa migra para outras regiões do Interior”, avaliou.

Você pode acessar os gráficos aqui.

Dezembro 

Só o mês de dezembro de 2016, em relação ao mesmo período de 2015, apresentou diminuição de 10,9% nos índices de CVLIs, de acordo com o Governo. Neste mês, só Fortaleza teve redução de 28,7%, enquanto que a Região Metropolitana registrou a mesma quantidade de crimes, o Interior Norte teve 22,4% a mais e, o Interior Sul, 16,2% a menos.

O Povo Online

Notícias relacionadas