menu

Brasil

06/06/2014


Cícero sobre Ruy; “segurei sua candidatura quando ninguém o queria”

Política

O senador Cícero Lucena (PSDB) revelou, nesta sexta-feira (6), toda a sua mágoa com o PSDB e com o deputado federal Ruy Carneiro (PSDB). Em entrevista à Rádio Arapuan FM, o “Caboclinho” como é mais conhecido disse que, apesar do afastamento da legenda, ainda espera um sinal positivo dos tucanos em relação às eleições deste ano.

Ao comentar sobre o antigo aliado e presidente estadual do PSDB, Ruy Carneiro, Cícero disse que apoiou o seu nome como candidato a prefeito de João Pessoa, em 2004 – derrotado para Ricardo Coutinho (PSB) -, mesmo quando membros do partido não o queriam. “Eu esperava dele [Ruy], no mínimo, reciprocidade”, disse Cícero, ao se referir a sua postulação para o Senado Federal.
“Agora, eles vão ter que dizer se me querem envolvido na campanha ou não. No dia que ele [Ruy Carneiro] anunciar, eu me posiciono”, disse.

Cícero Lucena disse que não aceita disputar outro cargo pelo PSDB, que não seja o de senador. Ainda segundo ele, a única forma de mudar este posicionamento seria uma improvável aliança com o PMDB, que tem a pré-candidatura de Veneziano Vital do Rego ao Governo do Estado.

Mesmo com diante de uma união com o PMDB, ele ainda avaliou que a única forma de anular a sua postulação ao Senado, seria com uma possível candidatura do ex-governador José Maranhão (PMDB). “Eu mantenho minha posição já anunciada. Coloco minha história para continuar a servir o partido”, disse.

Da Redação
WSCOM Online 

Notícias relacionadas