menu

Rio Grande do Norte

21/11/2016


Cláudia Gadelha vence e Minotouro decepciona no UFC São Paulo

Com muitos nocautes e finalizações, o UFC São Paulo na noite de sábado evidenciou o talento de Thomas Almeida, lutador de 25 anos que superou Albert Morales por nocaute técnico, levantou o público no ginásio do Ibirapuera e conquistou sua 22ª vitória na carreira, em um cartel que tem apenas uma derrota. "Minha última luta não foi nada boa, mas agora estou de volta. Vou caçar esse cinturão. Quero lutar com algum adversário top 10 do ranking, depois top 5 até chegar lá", avisou.

Depois dessa expressiva vitória, subiu ao octógono o veterano Rogério Minotouro, na luta principal do UFC São Paulo diante de Ryan Bader. Mas ele não foi páreo para o norte-americano, sete anos mais novo. O brasileiro até suportou os golpes e quedas até o terceiro round, mas acabou perdendo, para decepção dos torcedores.
 
No único duelo feminino da noite, Cláudia Gadelha superou Cortney Casey por decisão unânime em uma luta bastante disputada. Agora ela chega a um cartel de 14 vitórias e apenas duas derrotas. "Eu quero enfrentar agora uma lutadora mais bem ranqueada e depois vou atrás do cinturão de qualquer jeito", disse a atleta.
 
Já Serginho Moraes venceu Zak Ottow por decisão dividida. "Vou treinar mais ainda para nunca mais deixar a decisão nas mãos dos juízes", comentou. Já Kamaru Usman venceu Warlley Alves por decisão unânime, mostrando sua força na categoria meio-médio. E Krzysztof Jotko ganhou de Thales Leites por decisão unânime.
 
No card preliminar, os brasileiros conquistaram quatro vitórias e apenas duas derrotas no duelo contra os gringos. Um dos destaques foi Cézar Mutante, que emplacou sua terceira vitória seguida, desta vez contra Jack Hermansson. Bastante emocionado, o atleta dedicou a vitória para sua família e pretende dar voos mais altos no UFC.
 
"Foi uma das melhores performances que já tive. Muita coisa aconteceu na minha vida e na minha carreira nos últimos anos, mas nunca revelei porque não queria usar isso como desculpa. Foi difícil voltar a ter confiança depois de algumas derrotas, mas fiz um trabalho excelente com meus treinadores que me transformou em um novo lutador. Eu vou ser campeão, é questão de tempo. É claro que não sou maluco de pedir um número 1 ou 2 do ranking, vou vencer um de cada vez até me tornar o campeão", disse.
 
No duelo entre pesados, Luis Henrique KLB finalizou Christian Colombo depois de deixar o rival bastante castigado no rosto. Outra boa vitória foi de Pedro Munhoz, que superou Justin Scoggins. "A vitória foi sensacional. Não tinham muitos adversários que queriam lutar comigo aqui no Brasil, mas ele topou, e ele é o 12º do ranking, o que torna essa vitória ainda melhor. O UFC é o meu lugar e aqui pretendo permanecer por muito tempo."
 
Johnny Eduardo, por sua vez, nocauteou Manny Gamburyan em uma grande luta. Após a derrota, o rival armênio anunciou sua aposentadoria do octógono. "Estou nessa estrada há muito tempo, passei por momentos duros. Eu sempre pensava ‘essa é a minha última luta, essa é a minha última luta’. Depois, eu mudei de categoria, ficou ainda mais difícil. Tem muitos caras bons aí fora e eu sinto que não consigo mais enfrentá-los de igual para igual. E se eu não consigo, então não quero mais competir", afirmou.
 
O brasileiro, por sua vez, espera muita coisa pela frente. "Eu estava há muito tempo sem lutar, cheguei a pensar em parar, meu treinador Dedé Pederneiras sempre dizia que eu tinha talento, que eu tinha de continuar. E o resultado foi esse, prova de que eu ainda posso brigar por aí. Eu só tenho que agradecer ao Manny Gamburyan, ele é um lutador incrível, já enfrentou muita gente dura, já lutou em várias categorias. Foi um prazer lutar com ele. Eu me sinto vivo, me sinto dentro da competição. Eu quero trabalhar, me sinto muito bem."
 
RESULTADOS DO UFC SÃO PAULO:
 
Ryan Bader venceu Rogério Minotouro por nocaute técnico a 3min51s do 3º round
 
Thomas Almeida venceu Albert Morales por nocaute técnico a 1min37s do 2º round
 
Cláudia Gadelha venceu Cortney Casey por decisão unânime
 
Krzysztof Jotko venceu Thales Leites por decisão unânime
 
Kamaru Usman venceu Warlley Alves por decisão unânime
 
Serginho Moraes venceu Zak Ottow por decisão dividida
 
Cézar Mutante venceu Jack Hermansson por finalização a 2min11s do 2º round
 
Gadzhimurad Antigulov venceu Marcos Pezão por finalização a 1min07s do 1º round
 
Johnny Eduardo venceu Manny Gamburyan por nocaute técnico a 46s do 2º round
 
Luis Henrique KLB venceu Christian Colombo por finalização a 2min12s do 3º round
 
Pedro Munhoz venceu Justin Scoggins por finalização a 1min55s do 2º round
 
Darren Stewart venceu Francimar Bodão por nocaute técnico a 1min54s do 1º round
 
Tribuna do Norte

Notícias relacionadas