menu

Rio Grande do Norte

28/03/2017


Comissão vai acompanhar inquérito sobre atentado no MP

Uma comissão foi formada no Ministério Público para acompanhamento do inquérito policial sobre o atentado sofrido pelos procuradores Rinaldo Reis e Jovino Pereira, além do promotor Wendell Beetoven. Na portaria, publicada nesta terça-feira (28), foram designados quatro promotores para acompanhar o caso.

O promotor Luiz Eduardo Marinho Costa, que está acompanhando o caso, terá também o auxílio dos promotores Edevaldo Alves Barbosa, Sílvio Roberto Souza Lima e Giovanni Rosado Diógenes Paiva, que poderão atuar conjuntamente ou de maneira isolada no inquérito policial contra o servidor Guilherme Wanderley, autor dos disparos.

Além deles, a Polícia Civil também terá uma comissão para auxiliar o delegado René Lopes, que comanda o inquérito, formada por dois delegados.

Guilherme Wanderley segeu preso após tentar matar Rinaldo Reis, Jovino Pereira e Wendell Beetoven. Jovino foi atingido por dois tiros no abdômen, enquanto Beetoven foi atingido nas costas. Ambos seguem hospitalizados.

Tribuna do Norte

Notícias relacionadas