menu

Brasil

11/12/2018


Corregedor do CNJ arquiva pedido de investigação contra Moro

O corregedor do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), ministro Humberto Martins, decidiu nesta segunda-feira (10) arquivar um pedido de investigação apresentado contra o ex-juiz federal Sergio Moro no episódio em que o magistrado interferiu numa decisão do desembargador Rogério Favreto, do TRF-4, para que Lula fosse mantido preso.

Também foram arquivadas ações apresentadas contra os desembargadores do TRF-4 João Pedro Gebran Neto, Carlos Eduardo Thompson Flores e o próprio Favreto.

Para Martins, Moro não agiu por “má-fé” ao fazer um “despacho-consulta” na ocasião, “buscando orientação de tal autoridade acerca da legalidade da decisão de soltura do ex-presidente Lula”. Ele também avaliou que não ficou demonstrado qualquer indício de desvio de conduta por parte dos magistrados investigados.

Notícias relacionadas