menu

Maranhão

06/01/2016


‘Cortamos R$ 300 milhões em gastos supérfluos’, diz governador

O governador do Maranhão, Flávio Dino, falou sobre as ações do executivo estadual no seu primeiro ano de gestão. O chefe do executivo destacou o pagamento do 13º salário antecipado, o corte de gastos públicos, e os avanços em áreas como a segurança pública.

“Cortamos gastos e, ao mesmo tempo, mantivemos investimentos. Foi um ano difícil, infelizmente 2016 também aparente ser um ano complicado. Nós conseguimos cortar R$ 300 milhões em gastos supérfluos, abusivos e ilícitos, e com isso mantivemos o equilíbrio e os investimentos em 2015″, disse ele em entrevista à Rádio Gaúcha.

"Conseguimos pagar o 13 e o salário de dezembro, o que foi muito importante para o comércio. Já tive retorno de empresários da área, de que foi uma medida acertada", acrescentou o gestor.

Sobre a segurança pública, Flávio Dino afirmou que foi um ano "positivo" no Sistema Penitenciário. "Tivemos problemas, mas foi um ano em que não tivemos nenhuma rebelião. Conseguimos reestabelecer a autoridade do estado, estamos introduzindo com medidas humanitárias, de trabalho, educação…para reverter esse quadro", disse.

Ele destacou, ainda, a contração de de 1.500 novos policiais. "Tivemos redução de 8% nos crimes violentos letais intencionais. Quando isolamos homicídios tivemos uma redução de 12%. Tenho certeza que 2016 vamos reduzir mais e vamos continuar o processo de recuperação do efetivo e dos equipamentos da polícia", complementou. 

Notícias relacionadas