menu

Sergipe

23/12/2015


“Crise é fabricada com objetivo de dar um golpe”, diz governador

Ao analisar o momento atual de crise política e econômica do país, o governador Jackson Barreto (PMDB) voltou a criticar o Congresso e afirmar que a tentativa de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff é “golpe”.

“Meu sonho e vontade é que nós encerrássemos essa crise política. O que existe é uma falta de vergonha dessa crise fabricada com o objetivo de dar um golpe, via parlamento, como no Paraguai, para depor um governo eleito. Não se pode depor um governo porque não está bem avaliado. Para chegarmos ao processo democrático atual, demos o melhor da nossa idade. Querer tirar um governo, como a oposição quer, é golpe”, disse ele nesta quarta-feira (23), em entrevista à rádio Ilha FM.

“Espero que o golpe não passe. Ache ruim quem quiser achar. Quem quiser assumir o poder, aguarde a próxima eleição. Não é essa Câmara, com esse presidente tendo que prestar contas à Justiça, que vai tirar um governo democraticamente eleito”, reiterou.

Para JB, se a crise política for superada, haverá uma mudança na economia. “Daqui para o primeiro trimestre de 2016, espero que resolva a crise política. Assim, até o final do ano poderemos ter uma luz no final do túnel na economia”, ressaltou.

Notícias relacionadas