menu

Pernambuco

18/03/2016


CUT é alvo de ameaças no Recife

A sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT) no Recife vem sendo alvo de ameaças e intimidações nesta quinta-feira, 17.

Segundo informações da CUT-PE, pessoas não identificadas estão ligando para a sede da central, fazendo ameaças à integridade física dos membros da direção e prometendo depredar a entidade durante a noite. As ameaças ocorrem na véspera do ato dos movimentos sociais em defesa da democracia, no dia em que Lula tomou posse como ministro e após o vazamento de grampos ilegais pela Justiça e Polícia Federal.

"Repudiamos veementemente essas ameaças, de caráter fascista e antidemocrático. E reafirmamos a nossa posição a favor da democracia, da liberdade, da diversidade de pensamento e expressão e do estado democrático de direito", afirma o presidente da CUT-PE, Carlos Veras.

A Secretaria de Defesa Social do governo do estado e o Ministério Público de Pernambuco já estão sendo notificados das ocorrências. "Não recuaremos da luta pela consolidação da democracia, contra essa tentativa de golpe orquestrada pela mídia e pela elite inconformada com os avanços sociais no Brasil", ressalta o secretário de Comunicação da CUT-PE, Fabiano Moura.

Leia nota da CUT sobre o episódio:

"CUT-Pernambuco é alvo de ameaças

Hoje, 17 de março de 2016, dia em que o país vive uma tentativa de golpe, a CUT-Pernambuco está sofrendo ameaças e intimidações. Pessoas não identificadas estão ligando para a sede da central, ameaçando a integridade física dos membros da direção e prometendo depredar a entidade durante a noite.

As ameaças ocorrem na véspera do ato dos movimentos sociais em defesa da democracia, no dia em que Lula tomou posse como ministro e após o vazamento de grampos ilegais pela Justiça e Polícia Federal.

As ameaças à CUT-Pernambuco não são um caso isolado. Na madrugada desta quinta (17), a sede da CUT em Curitiba teve a porta de vidro arrombada e o prédio, apedrejado. Na mesma capital, a sede do PT sofreu tentativa de invasão e teve o muro pichado.

No dia 12, véspera das manifestações a favor do impeachment, a sede da UNE (União Nacional dos Estudantes), em São Paulo, também foi alvo de pichações.

Nós, da direção da CUT-PE repudiamos essas ameaças, de caráter fascista e antidemocrático e reafirmamos a nossa posição a favor da democracia, da liberdade, da diversidade de pensamento e expressão e do estado democrático de direito.

Ressaltamos ainda que a Secretaria de Desa Social do governo do estado e Ministério Píblico de Pernambuco estão sendo notificados das ocorrências.

Deixamos claro que não recuaremos da luta pela consolidação da democracia, contra essa tentativa de golpe orquestrada pela mídia e pela elite inconformada com os avanços sociais no Brasil. Assim como em 64, cerraremos fileiras em nome da liberdade e da vida.

Fascistas não passarão!

Não vai ter golpe!"

Notícias relacionadas