menu

Política

29/01/2018


De olho na reforma da Previdência, Temer cancela ida a Portugal

O presidente Michel Temer cancelou a viagem que faria a Portugal, nesta semana, para focar na reforma da Previdência.

A articulação política em torno da reforma continua a todo vapor. De acordo com aliados do governo, o Planalto contabiliza 275 votos a favor da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Previdência.

O governo precisa de 308 dos 513 votos dos parlamentares para o texto ser aprovado na Câmara dos Deputados. A votação da reforma está marcada para 19 de fevereiro.

Temer participaria da Cimeira Brasil-Portugal, em Lisboa, mas cancelou a participação na cúpula bilateral.

Durante a viagem, o presidente iria se reunir com o presidente do país, Marcelo Rebelo de Sousa, e com  o primeiro-ministro português, António Costa.

O Itamaraty deve marcar uma nova data para viagem.

Nesta terça feira (30), Temer vai à Goiânia para participar da cerimônia de  pré-custeio da safra 2018/2019.

No ano passado, o governo liberou R$ 12 bilhões para financiar o pré-custeio da safra agrícola 2017/2018, com  objetivo de  estimular a economia e melhorar as condições da produção agrícola do país.

Este dinheiro é destinado aos produtores rurais. Com o recurso, eles podem comprar antecipadamente insumos, como sementes, fertilizantes e defensivos.

Os recursos deste ano, assim como no ano passado, serão ofertados pelo Banco do Brasil.

A assessoria de imprensa do banco não quis adiantar o valor do investimento no setor para este ano, que deve ser anunciado pelo presidente Michel Temer, no dia do evento.

Ainda nesta semana, está agendada uma cerimônia de assinatura de contratos do pré-sal, no último leilão no Rio de Janeiro.

Agência Brasil

Notícias relacionadas