menu

Política

02/12/2015


Decisão do STF pode inviabilizar a candidatura de Russomanno

Uma decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) pode inviabilizar a candidatura do deputado e apresentador de TV Celso Russomanno (PRB-SP) à Prefeitura de São Paulo.

Líder da disputa, com 34% das intenções de voto, segundo o Datafolha, ele depende do julgamento de um recurso contra uma sentença de primeira instância que o condenou em 2014 por peculato.

Se o STF resolver manter a condenação da Justiça Federal do Distrito Federal até agosto de 2016, prazo para apresentar sua candidatura, Russomanno estará enquadrado na Lei da Ficha Limpa, tornando-se inelegível por oito anos.

Ele foi condenado a dois anos e dois meses de prisão por nomear como secretária de seu gabinete na Câmara dos Deputados, entre 1997 e 2001, a gerente de sua produtora de vídeo em São Paulo, Sandra de Jesus.

"Valendo-se da qualidade de deputado federal, o réu concorreu para que fosse desviado dinheiro público em proveito de Sandra de Jesus e indiretamente dele próprio, já que a União passou a remunerar pessoa cujo encargo seria da empresa", afirmou o juiz Vallisney Oliveira.

Brasil 247

Notícias relacionadas