menu

Piauí

15/09/2015


Delegado desbarata esquema contra concessionária de luxo em Teresina

Três pessoas foram presas no último final de semana, por força de mandados de prisão temporária, suspeitos de integrarem uma quadrilha responsável pela prática de crime de estelionato, uso de documentação falsa, falsidade ideológica e associação criminosa, contra uma concessionária de veículos de luxo em Teresina.

Segundo o delegado Menandro Pedro, coordenador do Grupo de Repressão ao Crime Organizado, com uso de documentação falsa os indivíduos compravam estes veículos através de financiamentos fraudulentos, modificando nomes, usando contracheques e comprovantes de endereço falsos de 'laranjas', contando ainda com a ajuda de um vendedor da empresa.

Carros de luxo, cujo valor pode chegar a até R$ 180 mil, eram adquiridos pelo mínimo de R$ 50 mil. "Temos o caso de um empresário que comprou o carro por R$ 50 mil através deste esquema e revendeu por R$ 170 mil a outro empresário. Essa pessoa que agiu de má fé será responsabilizada. Por isso pedimos que quem comprou estes veículos de luxo por valores abaixo do de mercado, que procurem a delegacia para devolver, pois isso será um atenuante", disse Menandro Pedro, em entrevista à TV Meio Norte.

O delegado acrescentou ainda que mais pessoas podem ser presas durante as investigações. Segundo nota da polícia, foram identificados apenas pelas iniciais os até agora presos J. A. DE M. P., K. A. S. e A. C. M. M.. Até agora 10 carros foram identificados como tendo sido adquiridos através da prática criminosa, a maioria da marca Mercedes. O inquérito está sendo presidido pelo delegado Matheus Zanatta.

180º

Notícias relacionadas