menu

Brasil

11/05/2015


Dilma descarta mudanças nas regras do pré-sal

Diante de declarações recentes de autoridades do governo sobre o pré-sal, a presidente Dilma Rousseff descartou qualquer flexibilização das regras atuais. Segundo a colunista Mônica Bergamo, a presidente não admite mudança no sistema de partilha e na exigência de que a Petrobras seja sócia de pelo menos 30% de cada bloco de exploração do pré-sal.

 

Um dos defensores de revisão da exigência imposta à estatal, o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, admite que Dilma está "totalmente" comprometida "com o status quo" vigente.

 

Em artigo recente, o líder do governo na Câmara, deputado José Guimarães, criticou a proposta de concessão, também defendida pelo PSDB – “para que riqueza gerada pelo petróleo seja abocanhada pelas grandes petrolíferas mundiais”. Ele sugere um regime de partilha, no qual o Estado recebe um porcentual do produto explorado, e não apenas a remuneração monetária pela exploração.

Notícias relacionadas