menu

Brasil

04/02/2016


Dilma pode abrir áreas do pré-sal para estrangeiros

A presidente Dilma Rousseff concordou com o projeto que permite à Petrobras (PETR3; PETR4) abrir mão de ser a operadora única do pré-sal em certos leilões de áreas de exploração, mas ainda teme que a aprovação do projeto de autoria do senador José Serra (PSDB-SP) dê início a mudanças mais profundas nas regras da produção na área. As informações foram dadas pelo jornalista Valdo Cruz, do jornal Folha de S. Paulo.

O comentário da presidente, ex-ministra de Minas e Energia e presidente do conselho de administração da estatal durante parte do governo Lula, teria sido feito após ter sido avisada pelo presidente do senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), de que iria colocar o tema em votação na casa. O peemedebista teria revelado a aliados que a presidente, embora não seja contra o texto, não teria demonstrado intenção em apoiar sua aprovação.

O projeto de Serra acaba com a obrigatoriedade de a estatal ser a operadora única do pré-sal e ter participação de no mínimo 30% de todos os campos desta área que forem a leilão. Além dos baixos preços do petróleo, que inviabilizam a exploração na área, a atual situação de caixa da estatal e a regulamentação estabelecida para a exploração do pré-sal são alguns dos motivos que impedem a realização de novas rodadas de leilões na área.

Brasil 247

Notícias relacionadas