menu

Brasil

26/01/2016


Dilma quer coibir “vazamentos seletivos” de documentos

O governo Dilma Rousseff discute internamente medidas para coibir o que considera "vazamentos seletivos" contra a presidente e ministros, segundo a colunista Mônica Bergamo.

Uma das ideias seria pedir a abertura de investigações e processos contra autoridades responsáveis pela guarda do sigilo de documentos que acabam chegando à imprensa. Até agora, o governo apenas pediu providências em relação a vazamentos da Polícia Federal.

De acordo com a jornalista, integrantes da equipe ministerial também discutem processar jornalistas em algumas ocasiões. Há um consenso de que Dilma Rousseff, a exemplo de outros ex-presidentes, não deve acionar a Justiça contra profissionais de imprensa enquanto estiver no cargo, diz.

Brasil 247

Notícias relacionadas