menu

Maranhão

11/08/2015


Dilma realiza entrega de imóveis e inauguração do Terminal de grãos

Recuperar a popularidade e firmar compromissos com o Maranhão. Em visita à São Luís, a presidenta Dilma Rousseff cumpriu agenda, nesta segunda-feira, da entrega de 2.020 unidades habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida, além da inauguração do Porto de Grãos do Maranhão. Pela manhã, ela desembarcou no Aeroporto Internacional Marechal Cunha Machado, na capital. De lá, seguiu direto de helicóptero para a solenidade de entrega de imóveis no Maracanã.

A solenidade envolveu a entrega simultânea de moradias para pessoas com renda familiar de até R$ 1.600,00. Todas as unidades são equipadas com infraestrutura completa: pavimentação, redes de água, esgotamento sanitário, drenagem, energia elétrica e acesso ao transporte público. As casas, de 45 metros quadrados, são divididas em 2 quartos, sala, banheiro, cozinha e área de serviço.

Ao lado do governador Flávio Dino, do prefeito Edivaldo Holanda Júnior e de outros parlamentares, a presidente Dilma Rousseff conduziu a programação entregando as 1.300 unidades de 43,5 m² no Residencial Amendoeira e 720 de 42,4 m² no Residencial Santo Antônio.
“Os brasileiros sonham em ter um carro, um diploma, mas os brasileiros, todos, sonham com a casa própria. E é isso que nós estamos aqui, juntos, realizando: o sonho da casa própria”, disse Dilma Rousseff.

Segundo o governador do Maranhão, Flávio Dino, os beneficiários do Minha Casa Minha Vida no estado representam “muito do que já foi feito” no Brasil. “Uma casa não é feita apenas de parede e telhado. É feita de gente, de famílias, de calor e de esperança”, afirmou Dino.

Antes da solenidade cerca de quinze manifestantes estavam aguardando a chegada da presidente Dilma Rousseff no Aeroporto Internacional Marechal Cunha Machado.Eles protestavam contra o governo da presidente, o ajuste fiscal, a crise econômica e a corrupção na Petrobras.

O desembarque da presidente foi por um hangar privado. Outro protesto foi organizado no retorno do aeroporto, mas o esquema de segurança manteve os manifestantes afastados e não houve grandes transtornos.

Durante a solenidade de entrega das unidades do programa Minha Casa Minha Vida, um grupo de manifestantes ligados a movimentos estudantis como Ubes, Ujs e Uni, além de pessoas ligadas a partidos políticos, fizeram xingamentos contra representantes do governo federal que estavam no palco principal do evento.
As foram direcionadas primeiro contra o senador Edson Lobão (PMDB), depois e para a ministra da agricultura Kátia Abreu e o secretário nacional dos portos, Edinho Araújo.

 

Tegram

Durante a tarde Dilma Rousseff participou da inauguração do Terminal de Grãos do Porto do Itaqui, ela afirmou que os investimentos em infraestrutura nas regiões Norte e Nordeste, são considerados estratégicos para o desenvolvimento do país. Segundo ela o terminal descongestiona o escoamento da exportação agrícola pelo chamado Arco Sul do Sistema Portuário que envolve os portos em São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
"Antes o Norte e o Nordeste do país não eram considerados estratégicos para o desenvolvimento do país. Hoje, quem desconhecer o Norte e o Nordeste está fazendo um desserviço ao país. Mesmo considerando que o mundo passa por uma crise, é justamente agora que a nossa infraestrutura vai ser chamada a ter um desempenho para garantir a nossa competitividade", pontuou a presidenta.

Notícias relacionadas