menu

Brasil

06/04/2015


Dilma Rousseff diz que Pré Sal não é mais promessa e sim realidade

A presidente Dilma Rousseff defendeu nesta segunda-feira 6, durante a posse do novo ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, o pré-sal como principal fonte de financiamento da educação. A fala é feita em um momento em que oposicionistas, como o senador José Serra (PSDB-SP), tentam diminuir o poder da Petrobras na exploração do pré-sal por meio de um projeto de lei (leia mais).

Em meio à crise devido a denúncias de corrupção na estatal, Dilma também afirmou que "interessa a todos o que está em jogo nessa luta em defesa da Petrobras e do pré-sal". "Os recursos dos royalties do pré-sal vão viabilizar uma revolução na educação brasileira. O pré-sal não é promessa, é realidade. Hoje, já são extraídos 669 mil barris de óleo por dia dos campos do pré-sal", disse Dilma.

"Interessa a todo povo o que está em jogo nessa luta em defesa da Petrobras e do pré-sal, é nossa soberania e futuro da educação", completou. Ela assegurou que os ajustes fiscais apresentados pelo governo não prejudicarão os investimentos na área da educação e apresentou um plano para o setor dividido em quatro eixos, a ser comandado pelo novo ministro.

"Para nós a educação sempre teve uma dupla função: moldar uma nação democrática e soberana apoiada na disseminação de conhecimento e preparar o país para o desafio de fundar o crescimento na inovação tecnológica e assim adentrar a era do conhecimento. Será como pátria educadora que o Brasil dará um salto imprescindível para se tornar uma nação desenvolvida e justa com seu povo", afirmou.

Dilma elogiou Janine Ribeiro, um "ministro educador para uma pátria educadora", e o comparou a grandes educadores, entre eles Paulo Freire. "Tenho certeza que Renato irá criar, transformar, melhorar e fazer avançar a educação em nosso país", finalizou.

Notícias relacionadas