menu

Internacional

09/07/2015


Diretora-gerente do FMI diz ser necessária a reestruturação da dívida grega

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, admitiu hoje (8) que é necessária uma reestruturação da dívida grega. Ela destacou que continua comprometida com as tentativas para encontrar uma solução para a crise no país.

“Uma reestruturação da dívida é, na nossa opinião, necessária no caso da Grécia, para que ela tenha uma dívida viável”, declarou Christine Lagarde. A posição contraria as opiniões da maioria dos países da zona do euro.

O governo de Atenas, que pede uma redução da dívida pública, comprometeu-se ontem (7) a apresentar um novo programa de reformas em resposta ao ultimato lançado pelos líderes da zona do euro.

Sem se pronunciar diretamente sobre a promessa de reformas feita pelo governo grego, a diretora-gerente do FMI avaliou que houve progressos importantes. Ela disse que a Grécia tem de ultrapassar a crise aguda em que está envolvida.

Apesar de a Grécia ter entrado oficialmente em calote na passada semana, por não pagar cerca de 1,5 bilhão de euros ao FMI, a diretora-geral da instituição sediada em Washington garantiu estar comprometida com as tentativas para o país sair da crise. “Continuamos plenamente empenhados em encontrar uma solução”, disse Christine Lagarde.

Agência Lusa

Notícias relacionadas