menu

Brasil

18/09/2014


Dólar fecha acima de R$ 2,35 pela primeira vez em seis meses

Economia

No dia em que o Federal Reserve (Fed), Banco Central dos Estados Unidos, voltou a reduzir os estímulos à economia do país, o dólar fechou acima de R$ 2,35 pela primeira vez em seis meses. O dólar comercial encerrou o dia vendido a R$ 2,3576, no maior valor desde 14 de março, quando havia sido vendido a R$ 2,3516.

Somente nesta quarta (17), a moeda norte-americana subiu quase R$ 0,03, aumento de 1,24%. A cotação acumula alta de 0,96% na semana e de 5,3% em setembro.

Apesar de operar em alta durante a maior parte do dia, a cotação disparou depois do comunicado da reunião do Fed. No documento, 14 dos 16 membros do Comitê Federal de Mercado Aberto indicaram que os juros dos Estados Unidos podem aumentar a partir do início de 2015 e em ritmo mais acentuado que na estimativa anterior, divulgada em junho.

Como tem ocorrido nas reuniões desde o fim do ano passado, o Banco Central norte-americano voltou a cortar em US$ 10 bilhões a injeção mensal de dólares para ajudar a maior economia do planeta. A ajuda foi reduzida para US$ 15 bilhões. A previsão é que o programa acabe no próximo mês.

Atualmente, os juros norte-americanos estão entre 0 e 0,25% ao ano. As taxas estão fixadas nesse nível desde 2009, para estimular a recuperação dos Estados Unidos após o estouro da bolha imobiliária, em 2008. Juros mais altos nos Estados Unidos e menos injeções de dólares pelo Fed estimulam a fuga de recursos de países emergentes, como o Brasil, para a economia norte-americana, o que se reflete em cotação mais alta do dólar.

 

(Da Agência Brasil)

Notícias relacionadas