menu

Economia

17/09/2013


Dólar tem desvalorização de 1% no pregão desta terça-feira

O dólar teve desvalorização de 1% hoje (17) e encerrou o pregão cotado a R$ 2,26 para venda. A queda foi motivada pela expectativa de possível redução do programa de compra de ativos do Federal Reserve (Fed) – Banco Central norte-americano -, que injeta US$ 85 bilhões por mês na economia dos Estados Unidos, e pela forte atuação do Banco Central (BC) brasileiro, que colocou US$ 2,461 bilhões no mercado.

O BC atuou duas vezes, pela manhã. Fez o leilão tradicional de todos os dias, no qual oferece US$ 500 milhões em swap cambial – equivalente à venda de dólares no mercado futuro – e fechou contratos no valor de US$ 496,9 milhões, com vencimento no dia 3 de fevereiro de 2014. Em seguida, fez outro leilão para rolar US$ 1,965 bilhão em contratos que venceriam no dia 1º de outubro e foram renegociados para três datas: 1º de abril, 1º de julho e 1º de outubro do próximo ano.

A decisão do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) do Fed – equivalente ao Comitê de Política Monetária (Copom) do BC – será anunciada no fim da tarde de amanhã (18). Enquanto isso, os investidores ficam em compasso de espera, ante a possibilidade de a retirada do estímulo financeiro ser feito de forma gradativa, uma vez que a recuperação da atividade econômica norte-americana ocorre em ritmo fraco.

Enquanto isso, o mercado de ações teve mais um pregão em alta. O Ibovespa – principal índice da Bolsa da Valores de São Paulo (Bovespa) – subiu 0,84% nesta terça-feira, e chegou ao fim do dia com 54.291 pontos depois de fechar 693.565 negócios, no valor de R$ 6,33 bilhões.

Notícias relacionadas