menu

Brasil

07/08/2014


Eduardo Campos e Marina Silva lançam Carta das Juventudes em SP

Campanha

Nesta segunda, 04 de agosto, o candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, e sua candidata a vice, Marina Silva, da REDE Sustentabilidade, ouvirão as demandas dos jovens. As lideranças dos movimentos de juventude dos partidos da Coligação Unidos pelo Brasil, integrada pelo PSB, REDE, PPS, PPL, PRP, PHS, PSL, entregaram a Carta das Juventudes, com as demandas, compromissos e propostas dos jovens para os presidenciáveis, que a endossaram.

No lançamento da Carta, as lideranças da juventude dos partidos que integram a Coligação se reuniram com representantes de diversos movimentos sociais e étnicos para discutir as bases da mobilização jovem. Na ocasião, foi lançado também o blog da Juventude.

O objetivo da carta é estabelecer compromissos de governo com políticas públicas favoráveis aos jovens brasileiros. “Temos de a compreensão da relevância do trabalho com a juventude no Brasil, fazendo com que a máquina pública seja mais jovem, mais digital e menos analógica, mais rápida em decidir”.

O anúncio da assinatura da carta foi feito em Pelotas (RS), durante encontro de Eduardo e Marina com jovens da Coligação Unidos pelo Brasil. Na ocasião, o candidato citou o apartheid educacional vigente no país, que compromete o futuro dos jovens. “Enquanto tivermos a escola do rico e a escola do pobre não seremos um País com justiça e cidadania”, avisou.

Para Eduardo, a juventude é a força motriz das mudanças no Brasil. “Nada de novo na construção de um País mais democrático e mais justo foi feito sem a energia, sem a participação e sem a militância da juventude”, disse o presidenciável, que também defendeu a criação de um sistema nacional, colaborativo e transversal, para cuidar de políticas para a juventude, que unifique os diversos programas para essa faixa etária – e que deve ser liderado pelo próprio presidente da República.

 

(Da Assessoria) 

Notícias relacionadas