menu

Rio Grande do Norte

17/06/2015


Em 45 dias mais de 6.200 infrações registradas por ‘pardais’ em Natal

Nos primeiros 45 dias de funcionamento efetivo da fiscalização eletrônica por fotossensores em nove cruzamentos de Natal, já foram registradas 6.224 notificações por excesso de velocidade. Eles estão espalhados pelos cruzamentos mais movimentados da cidade. Além disso, há também radares e lombadas eletrônicas que estão funcionando desde outubro de 2014. No que diz respeito aos equipamentos que começaram a operar no dia 15 de março deste ano, o cruzamento com o maior fluxo da cidade, Avenida Bernardo Vieira com Salgado Filho, também é o responsável pelo maior número de notificações. Só nos quinze dias de março quando o equipamento estava em funcionamento foram 719 notificações por excesso de velocidade. No mês seguinte abril, houve 905 registros de excesso de velocidade. Para o secretário adjunto de Trânsito de Natal, Walter Pedro da Silva, esses números são baixos. “A gente imaginava que fosse um número maior, mas percebemos que a população assimilou muito, principalmente nos horários de entrepico (no meio da manhã e no meio da tarde). Foi muito positiva a receptividade pela população. Em termos de excesso de velocidade, achamos muito positivo”, avaliou. Os horários de entre-pico são exatamente aqueles que a via está mais livre, um convite à estourar o limite de velocidade para os mais apressador e desobedientes. No dia quatro de abril, numa quarta-feira comum, 12 veículos passaram pelo cruzamento das avenidas Antonio Basílio com a Salgado Filho (o quarto com maior notificações por excesso de velocidade) entre 61 e 70 km/hora entre as 10h e 11h. O único período do dia no qual foi registrado um movimento de infratores semelhante foi das 19h às 20h, quando 13 veículos ultrapassaram a velocidade máxima entre 61 e 70 quilômetros horários. Nos outros momentos do dia, as notificações foram menores – ainda que poucos veículos estivessem acima dos 71 km/hora. Ainda não é possível saber se esse é o comportamento percebido em outros cruzamentos ou em outros dias da semana porque os dados ainda não foram cruzados. Segundo Walter Pedro, os dados recebidos da empresa que opera os equipamentos ainda não haviam passado pelo setor de estatística da secretaria. Numa comparação isolada do dia 8 de abril, uma quarta-feira, com o dia 12 do mesmo mês, um domingo, chega-se a seguinte conclusão: apesar de um número menor veículos transitando pelas vias, há dez vezes mais notificações no final de semana. Na quarta-feira passaram 44 mil veículos pelo cruzamento da Antonio Basílio com a Salgado Filho, enquanto que 12 mil passaram no domingo. Vale lembrar que a velocidade máxima permitida na cidade é de 60 km/hora com exceções a depender do trecho. Também há radares e lombadas eletrônicas trabalhando diuturnamente no controle de velocidade pela cidade desde outubro do ano passado. Como os dados ainda não foram compilados, a informação mais recente sobre esses outros dois tipos de equipamentos é de 5.299 notificações por excesso de velocidade. Hoje, são 26 pontos da cidade com monitoramento 24 horas por dia. Estado De acordo com o coordenador administrativo do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RN), Fábio Saraiva, o órgão está elaborando um termo de referência para licitar equipamentos de fiscalização eletrônica. Segundo ele, a elaboração do termo de referência está na Coordenação de Operações, setor também responsável pelo estudo que embasa o termo e define quais rodovias estaduais devem receber os equipamentos. Só da elaboração do termo, o processo para a iniciar a licitação poderá ser deflagrado pela Coordenação de Administração. Segundo Saraiva, a direção-geral do órgão autorizou a licitação assim que os trâmites burocráticos estiverem prontos. Vias com fiscalização RADARES Rua Jaguarari, entre as ruas Vinte e Três e Izabel Oliveira, Candelária – sentido bairro; Rua Jaguarari, entre em frente ao Condomínio Green Village, Candelária – sentido centro; – Av. Bernardo Vieira, após a Rua Brandão, Lagoa Nova – sentido Midway Mall; – Av. Bernardo Vieira, após a Rua dos Tororós, Alecrim – sentido Urbana; – Ponte Newton Navarro – sentido Praia do Forte; – Ponte Newton Navarro – sentido Redinha; – Av. Felizardo Moura, antes do semáforo da Compal, Bairro Nordeste – sentido Igapó; – Av. Felizardo Moura, antes do semáforo da Compal, Bairro Nordeste – sentido Urbana; – Av. Romualdo Galvão, na entrada do túnel, Lagoa Nova. FOTOSSENSORES Av. Amintas Barros x Rua Jaguarari; – Av. Miguel Castro x Rua Jaguarari; – Av. Senador Salgado Filho x Av. Antônio Basílio; – Av. Senador Salgado Filho x Av. Bernardo Vieira; – Av. Coronel Estevam x Rua Brasília; – Rua Fonseca e Silva x Av. Almirante Alexandrino de Alencar; – Av. Bernardo Vieira x Rua dos Pegas; – Av. Prudente de Morais x Av. Bernardo Vieira; – Av. Hermes da Fonseca x Av. Almirante Alexandrino de Alencar. LOMBADAS ELETRÔNICAS – Av. Prudente de Morais, próximo a Rua Sete de Setembro – Candelária, sentido Centro; – Av. Ayrton Senna, Neópolis, altura do Colégio Itaece, sentido Parnamirim; – Av. Mário Negócio, Quintas, no sentido bairro Nordeste; – Av. Prudente de Morais, entre as ruas Júlio Gomes Moreira e Dr. Jose Bezerra, sentido Barro Vermelho – Lagoa Seca; – Av. Prudente de Morais, próximo a Rua Alm. Nelson Fernandes, sentido Petrópolis; – Av. Hermes da Fonseca, em frente ao Hospital de Guarnição de Natal, sentido Petrópolis; – Av. Itapetinga, Potengi, em frente ao imóvel de número 1240, sentido Dr. João Medeiros Filho; – Av. Itapetinga, Potengi, em frente à 12ª DP, sentido Lagoa Azul. Tribuna do Norte

Notícias relacionadas