menu

Pernambuco

23/05/2016


Empresário pernambucano investigado pela Lava Jato é considerado foragido

O empresário Humberto do Amaral Carrilho, do segmento de postos de combustíveis, é considerado foragido pela Polícia Federal em Pernambuco. Carrilho é investigado na 29ª fase da Operação Lava Jato e não foi encontrado durante visita da PF a apartamento do Edifício Pinheiro, no bairro de Apipucos, Zona Norte do Recife, nesta segunda-feira (23).

Humberto teria participado do esquema de corrupção na empresa Petrobras e procurado Paulo Roberto Costa, na época diretor de abastecimento da estatal, com o objetivo de firmar um contrato de construção de um terminal de distribuição no Rio Amazonas.

 

A polícia recebeu a informação de que o empresário está em viagem ao exterior e já sabe seu paradeiro. O delegado Luciano de Flores aguarda um contato do advogado do alvo para tratar da apresentação do empresário.

A 29ª fase da Operação Lava Jato, denominada Repescagem, tem como principal alvo o ex-tesoureiro do Partido Progressista (PP), que já foi réu do Mensalão.

De acordo com a Agência Brasil, a defesa do empresário Humberto do Amaral Carrilho, que também teve prisão decretada por Sérgio Moro, informou aos delegados que o acusado está na Europa e já providenciou retorno ao Brasil para se entregar à Polícia Federal.

Confira mais detalhes na matéria da Rádio Jornal.

JC Online

Notícias relacionadas