menu

Economia

25/10/2019


Entrevista: Empresário português relata perspectivas de negócios com o Catar, sede da Copa de 2022

Nuno Anahory contribui e expõe novo timing do País sede da Copa de 2022, criando excelência, melhoria de vida e mudando rumo do mundo árabe.

Da Redação
Revista NORDESTE

A edição de nº 153 da Revista NORDESTE traz a publicação de entrevista exclusiva com o empresário Nuno Anahory, considerado um dos expoentes da comunidade dos países de língua portuguesa, envolvido com perspectivas de negócios entre Portugal e o Catar, país sede da próxima Copa do Mundo de Futebol, em 2022.

Em contato com o jornalista Walter Santos, o empresário Nuno Anahory, relata como tem sido realizado o trabalho em várias frentes de negócios, nos últimos tempos, que tem o credenciado como um dos grandes articuladores para investimentos e sucesso do evento esportivo que acontecerá no país localizado no litoral no Golfo Pérsico (Árabe).

“Em 2010, o Catar conquistou a organização do mundial de futebol de 2022, fato que se constituiu como uma enorme surpresa no mundo global. Esta conquista, enquadra-se na estratégia de posicionamento e afirmação do país na região, e no mundo, e decorre da implementação de programa estratégico, ‘Catar Visão 2030’. É de fato sob este plano, aprovado em 2008, que compreendemos todos os projetos de desenvolvimento de infraestruturas, equipamentos sociais, saúde, educação, imobiliário, hotelaria, desporto e de comunicação global, que estão a ser implementados, tendo parte significativa dos projetos já concluída, como por exemplo estádios, estradas, rede hospitalar, rede de metro e vias de comunicação”, explica Nuno Anahory.

CLIQUE AQUI e leia a entrevista completa na íntegra.

 

Notícias relacionadas