menu

Economia

29/11/2019


ENTREVISTA: Ex-presidente do BNDES vê retrocesso das políticas de desenvolvimento em favor do capital brasileiro

Executivo Luciano Coutinho explica com detalhes o “desmonte radical do Estado no Brasil”.

Da Redação
Revista NORDESTE

“O governo Jair Bolsonaro é notoriamente carente de um projeto de desenvolvimento para o País”, revelou o ex-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, em entrevista exclusiva concedida à Revista NORDESTE. Em contato com o jornalista Walter Santos, ele faz profunda leitura da realidade econômico-social, política e ideológica atualmente no Brasil e no mundo.

Ainda durante a entrevista, o executivo Luciano Coutinho explica, com riqueza de detalhes, as políticas ultraliberais executadas pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Economia, com graves consequências no futuro.

“A conjuntura econômica brasileira é de crescimento débil, rastejante, abaixo de 1% ao ano. É possível que, em 2020, o crescimento acelere um pouco em função da redução recente da taxa Selic. Isto, porém, dependerá de o sistema bancário sair da zona de conforto e expandir o crédito com spreads mais baixos, repassando a queda dos juros aos seus clientes, especialmente às médias e pequenas empresas. Exigiria uma atuação firme dos bancos públicos nesse sentido, o que não está à vista. O governo Bolsonaro-Guedes é notoriamente carente de um projeto de desenvolvimento para o país. Não se trata apenas da incapacidade de formulação e da insensata fragmentação de seu núcleo político, concentrado em gerar polêmicas e em destilar preconceitos pelas redes sociais. O fato essencial é que Bolsonaro fez um pacto liberal-conservador com a grande elite, delegando toda a política econômica a um ministro de perfil ultraliberal e hostil à soberania nacional”, explica Luciano Coutinho.

CLIQUE AQUI e leia a entrevista na íntegra.


LEIA TAMBÉM ABAIXO:

 

Notícias relacionadas