menu

Brasil

07/02/2014


Estoque de sangue do Hemoal está comprometido

ALAGOAS

Quarenta e sete bolsas de sangue. Este é o estoque que o Hemocentro de Alagoas (Hemoal) tem disponível nesta quinta-feira (6) para atender os alagoanos. Este número é muito inferior ao necessário para suprir a demanda de transfusão do Estado, que deve ser entre 300 e 400 bolsas de hemácias.

Segundo a assistente social do órgão, Débora dos Anjos, a falta de sangue é preocupante, pois pode levar ao cancelamento de cirurgias e procedimentos no Hospital Geral do Estado (HGE) e em unidades hospitalares do interior.

“A ausência de bolsas de hemácias prejudica as cirurgias eletivas do SUS, acarretando em problemas para os pacientes. As pessoas precisam se conscientizar de que sangue é vida. Apenas uma bolsa de sangue serve para três pessoas”, explica Débora.

Conscientização

Para conseguir aumentar o número de doadores, o Hemoal firma parceria com órgãos e instituições disponibilizando um ônibus e equipe de profissional para coleta externa, além de fazer um trabalho diário de captação de voluntários. Outra ação importante são as campanhas estratégicas que antecedem feriados. Para o Carnaval 2014, será lançada, no dia 17 de fevereiro, a campanha “Doando sangue e compartilhando alegria”.

Os interessados em realizar a doação devem procurar o Hemoal e apresentar um documento com foto. É necessário ter entre 16 e 69 anos (menor de 18 anos deve ser acompanhado de responsável), ter no mínimo 50 kg, estar alimentado e não ter ingerido bebida alcoólica.

O Hemoal recebe doações de sangue de segunda a sexta, das 7h às 18h, e no sábado, de 7h ao meio dia. 

Notícias relacionadas