menu

Brasil

21/03/2016


Ex-amante diz que vai levar à PF provas que FHC usou empresa para pagar pensão

Jornalista que foi amante do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirma, em vídeo gravado para o jornalista Joaquim Carvalho e divulgado no DCM, que levará à Polícia Federal os documentos provando que FHC usou a empresa Brasif para enviar à Europa o pagamento da pensão de seu filho com ela; em entrevista neste fim de semana, o tucano negou ter enviado recursos de forma ilegal para Mirian no exterior; e lembra que, "se crime tivesse, já teria sido prescrito, foi em 2002"; no vídeo, Mirian disse que espera ser chamada para depor na PF sobre o caso; assista

Por Fernando Brito, do Tijolaço

É deplorável que a vida conjugal – e extra-conjugal – venha para a cena política.

Mas quando Fernando Henrique Cardoso, ao anunciar seu apoio ao impeachment, diz que “espera ser investigado” pela Polícia Federal sobre o suposto envio de recursos à sua ex-namorada Mirian Dutra através de um expediente envolvendo empresa que tinha negócios com o governo, passa a ser público.

Ainda mais quando a vida privada de outros ex-presidentes é devassada ao microscópio.

Então, o vídeo de Joaquim Carvalho, no Diário do Centro do Mundo, onde Mirian Dutra responde ao seu desafio do ex-presidente com um “não se iluda” a FHC, passa a ser assunto público.

Que coloca Fernando Henrique no nível de um Renan Calheiros que fala francês.

Notícias relacionadas