menu

Maranhão

25/09/2015


Ex-chefe da Casa Civil de Roseana Sarney tem prisão decretada

A Justiça do Maranhão decretou, nesta quinta-feira (24), a prisão preventiva do ex-chefe da Casa Civil no governo de Roseana Sarney (PMDB) no Maranhão, João Abreu. Ele é acusado de receber R$ 3 milhões em propina do doleiro Alberto Yousseff para intermediar o pagamento de um precatório à construtora Constran. No final de agosto, Abreu foi indiciado por corrupção. Nesta tarde, policiais foram até o prédio onde mora o ex-chefe da Casa Civil, no bairro nobre de Ponta da Areia, em São Luís, mas não o acharam.

O acordo que teria sido fechado com pagamento de propina pelo governo do Maranhão com a construtora resultou no acerto de pagamento de R$ 114 milhões à empreiteira envolvida na operação Lava Jato. Segundo as investigações, Abreu cobrou e recebeu do doleiro R$ 3 milhões para agilizar o acordo.

O doleiro Alberto Youssef foi preso em um hotel de luxo na capital maranhense no dia 17 de março de 2014. Ele estaria na cidade para pagar propina a João Abreu. A prisão desencadeou a Lava Jato. 

Notícias relacionadas