menu

Brasil

22/09/2015


Ex-deputado federal André Vargas é condenado a 14 anos de prisão

O ex-deputado federal André Vargas, desfiliado do Partido dos Trabalhadores desde o ano passado, foi condenado pela Justiça Federal a 14 anos e 4 meses de prisão, em sentença assinada pelo juiz Sérgio Moro, divulgada nesta terça-feira (22).

No texto, o magistrado afirma que a culpabilidade de Vargas pelos crimes investigados é grande. O ex-deputado foi condenado por receber propina do doleiro Alberto Youssef durante seu mandato na Câmara – entre 2007 e 2014 –, inclusive quando era presidente da Casa, entre 2011 e 2014.

Por conta das acusações de propina em contratos publicitários com a Caixa Econômica Federal e o Ministério da Saúde, Vargas teve seu cargo cassado pela Câmara em dezembro. Além dele, foram condenados Leon Vargas, irmão do ex-parlamentar, a 11 anos e 4 meses de reclusão, e o publicitário Ricardo Hoffmann, envolvido no esquema, a 12 anos e 10 meses de reclusão.

IG 

Notícias relacionadas