menu

Brasil

18/05/2015


Explosão em prédio destrói apartamentos em São Conrado

Uma forte explosão em um apartamento do 10º andar destruiu outros apartamentos de uma prédio na Estrada da Gávea, em São Conrado, Zona Sul do Rio, no fim da madrugada desta segunda-feira. Os 72 apartamentos do edifício foram atingidos. Acredita-se que um vazamento de gás seja a causa da explosão. O prefeito do Rio, Eduardo Paes, e uma equipe da Defesa Civil municipal foram para o local. Em entrevista coletiva, o engenheiro Daniel Guerra descartou risco de desabamento da estrutura do prédio, que foi interditado por tempo indeterminado.

GALERIA: Explosão em prédio destrói apartamentos em São Conrado
Bombeiros dos quartéis de Copacabana e da Gávea prestaram socorro a cinco pessoas no local. Uma delas, identificada como Marcos Bernhard Miller, de 51 anos, foi encaminhada para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea.

A Secretaria Municipal de Saúde disse que o homem passa por avaliação na unidade. Segundo o órgão, ele chegou no hospital com queimaduras de segundo grau no tórax e no abdômen, além de lesão nos membros inferiores e superiores. Marcos está acordado e agitado, em função do susto que levou com a explosão.

'Parecia um terremoto'

"Parecia um terremoto. Senti minha cama tremer", disse uma moradora, em entrevista, à rádio CBN. A explosão lançou escombros para imóveis vizinhos e, segundo relatos, o barulho do estrondo pôde ser ouvido na Favela da Rocinha, que fica próxima ao local. Através do WhatsApp do DIA (98762-8248) , um leitor relatou escutou o barulho na Praia de São Conrado. "Trabalho na Avenida Prefeito Mendes de Morais, no número, 1200, em frente à praia, e sentimos essa explosão aqui. As portas de vidro tremeram", afirmou.

De acordo com o Centro de Operações da Prefeitura do Rio, a Rua General Olímpio Mourão Filho foi interditada, na altura do número 30, para ação dos militares. Há retenções na região e agentes da CET-Rio auxiliam no trânsito.

O Dia

Notícias relacionadas