menu

Paraíba

03/12/2015


Exposição fotográfica Rio Parahyba começa nesta sexta-feira

A Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) abre, nesta sexta-feira (4), às 19h, a exposição Rio Parahyba. Com fotos de Gustavo Moura, a mostra é resultado de pesquisa do fotógrafo sobre o Rio Paraíba. O período de visitação ao público é de sábado (5 de dezembro) a 3 de janeiro de 2016, na Galeria Archidy Picado do Espaço Cultural José Lins do Rego. A entrada é gratuita.

A exposição é composta por mais de 25 imagens em preto e branco – todas captadas por meio de fotografia analógica. Em cinco anos, Gustavo Moura acompanhou o processo de degradação do rio por várias cidades paraibanas como Cabedelo, Santa Rita, Pilar, Itabaiana, Boqueirão, Aroeira, Umbuzeiro. O artista revela que, apesar da agressão ao meio ambiente, também pode captar a beleza do Rio Paraíba nos lugares percorridos. “Ao longo dessas cidades, nasceram grandes personagens da história e cultura da Paraíba, como José Lins do Rego, Sivuca, Assis Chateaubriand, Vladimir Carvalho, entre outros nomes”, conta.

O rio se forma na Serra do Jabitacá e corta a Paraíba, tendo sua foz em Cabedelo. Em suas andanças, o fotógrafo constatou que o rio precisa de cuidados. “Por ser importantíssimo na história do desenvolvimento da Paraíba, por seu potencial hídrico e pela necessidade de preservação, ele pede providências”. Entre as constatações, Moura enumera o assoreamento, falta de cobertura vegetal e ocupação desordenada das comunidades ribeirinhas.

“Sempre fotografei essa região, mas de uns cinco anos para cá, venho desenvolvendo esse olhar com objetivo de reunir o material em um livro”, diz Gustavo Moura, destacando a falta de registros sobre o rio.

Em seu texto de apresentação, a presidente da Funesc, Márcia Lucena exalta o trabalho do artista: “Do lado que estou da vida sempre avistei Gustavo Moura. Com sensibilidade, paixão e técnica ele se movimenta há tempos por lugares carregados de identidade. Com a beleza de um animal ele reafirma sua história, aproxima e distancia o olhar de aprendizes e mostra que há muitas palavras, muitos pensamentos e sentimentos entre o preto e o branco e muita vida em um só momento”.

O artista – Nascido em 15 de março de 1960, na cidade de João Pessoa, Paraíba, Gustavo Moura iniciou-se profissionalmente em 1980, no Núcleo de Pesquisas Populares da UFPB, desenvolvendo trabalhos fotográficos na área da documentação. Realizou diversas exposições individuais e também participou de exposições coletivas. Desenvolveu projetos para o mercado editorial e publicitário, além de projetos autorais.

Gustavo Moura é autor dos livros “Imaginário” e “Do Reino Encantado”. Também recebeu diversos prêmios, entre eles o primeiro lugar do Concurso Fotográfico Cultural Leica.

– See more at: http://paraiba.pb.gov.br/funesc-realiza-exposicao-rio-parahyba-com-fotos-de-gustavo-moura/#sthash.M6x5aKMK.dpuf

Notícias relacionadas