menu

Brasil

14/05/2014


Feira do Empreendedor terá selo ambiental nesta edição

Sustentabilidade

A emissão de carbono gerado durante a Feira do Empreendedor será monitorada durante os quatro dias do evento. A medida faz parte da política de responsabilidade socioambiental da Feira do Empreendedor da Paraíba, que começa nesta quinta-feira (15) e segue até domingo (18). Após quantificar todo o volume de gases de efeito estufa, haverá a compensação ambiental através de apoio financeiro a projetos de Reduções de Emissões por Desmatamento e Degradação evitados (REDD) e energia renovável, na mesma proporção do impacto ambiental.

Durante a Feira do Empreendedor, todas as atividades relacionadas ao evento, como deslocamento terrestre e aéreo dos fornecedores e participantes do evento, geração de resíduos, gasto com energia com geradores ou da rede elétrica, uso de ar-condicionado e de gás de cozinha, serão quantificados em kg CO2 e compensados. Com a medida, a Feira do Empreendedor receberá o selo de “Evento Neutro” (www.eventoneutro.com.br), que é um programa voluntário de responsabilidade socioambiental para organizações e pessoas conscientes sobre o problema das mudanças climáticas.

Um dos projetos escolhido para ser apoiado é o Florestal Santa Maria, localizado no noroeste do Estado de Mato Grosso, região Amazônica, com grande pressão de desmatamento, assassinatos rurais, trabalho escravo, entre outros. Este projeto possui a certificação FSC (Forest Stewardship Council) e foi verificado pela RainForest Alliance, por gerar emprego, renda e benefícios sociais e à biodiversidade.

De acordo com uma das coordenadoras do Espaço Sustentabilidade na Feira do Empreendedor, Maria Elita Osawa, a iniciativa de quantificar e compensar o carbono representa do comprometimento do Sebrae Paraíba com o desenvolvimento sustentável e a preservação do meio-ambiente do país. “Esse é mais um esforço que fazemos localmente para incentivar as iniciativas que impactam positivamente nossa comunidade. É muito gratificante poder apoiar e fomentar esse tipo de ação, que promove a conscientização e engajamento de toda a equipe, parceiros e clientes", destacou.

Para o presidente da Eccaplan, Fernando Beltrame, o apoio de diversas empresas e instituições tem contribuído para o aceleramento do mercado de neutralização de carbono e pagamentos por serviços ambientais. “Hoje nossos programas de neutralização de carbono visam quantificar, reduzir e neutralizar as emissões de carbono, com o apoio a projetos brasileiros certificados de preservação florestal e tecnologia limpa”, disse.

A sexta edição da Feira do Empreendedor é uma realização do Sebrae e tem o patrocínio do Governo do Estado, Banco do Nordeste, Banco do Brasil, Fiep/Senai, Correios e Vivo e parceira do Sistema Faepa-Senar, Funjope, Sistema Fecomércio/Senac, SESCOOP, Funad, Emlur, GS1, ABNT, Inmetro, Atecel, Scientec, INPI, Parque Tecnológico, IFPB, Unipê, UFPB, Faculdade Maurício de Nassau, IESP, UFCG, FIP-PATOS, Abrasel/PB, Instituto Economia Criativa (SP), Instituto Delta Zero (PE), Convention Bureau de João Pessoa, Embrapa, Emater, Emepa, Empasa, Junta Comercial, INSS, Receita Federal e Receita Estadual. As inscrições gratuitas podem ser feitas no site www.feiradoempreendedorpb.com.br.

Coleta seletiva – Além da compensação de carbono, a Feira do Empreendedor terá coleta seletiva de resíduos em parceria com a Emlur e a Associação Acordo Verde. Em todo o espaço da Feira, serão distribuídos coletores seletivos. O material recolhido passará por uma triagem e em seguida pesado e armazenado em containers. Os resíduos serão destinados para Associação Acordo Verde, que irá vender o material, gerando renda para grupo de agentes ambientais, antigo catadores de lixo informais.

O projeto Acordo Verde foi implantado em 2007 pela Emlur e atende quatro bairros da Zona Sul. Nele, o morador faz um acordo simbólico onde entra com a separação do lixo e a Prefeitura com a coleta porta a porta feita pelos agentes ambientais. Esse projeto garantiu a inclusão social dos agentes ambientais, ajuda na preservação do meio ambiente e contribui para deixar a cidade mais limpa e organizada. 

Notícias relacionadas