menu

Brasil

10/06/2014


Felipão faz os últimos ajustes para a estreia de 5ª-feira contra a Croácia

Está mesmo mesmo chegando a hora. Faltam somente dois treinamentos – amanhã na Granja e na quarta na Arena Corinthians – para a estreia do Brasil na Copa do Mundo. Mais do que a ansiedade, existe a necessidade de se proceder aos últimos ajustes, corrigir os erros e aprimorar as qualidades. Isso para fazer um bom jogo na quinta-feira na Arena Corinthians, às 17 horas, em São Paulo contra a Croácia.

Felipão fez tudo o que precisava no treinamento desta segunda-feira. A Seleção Brasileira disputou um coletivo, em sua primeira parte paralisado a todo momento pelo técnico para fazer os ajustes, orientar posicionamento e, principalmente, repetir o ensaio de lances que considera capitais para o momento do jogo.

A colocação correta na área na cobrança dos escanteios defensivos e ofensivos; a cobrança de faltas, tendo Neymar, Marcelo e David Luiz, os três sempre juntos à bola; a marcação na saída de bola, quando todos os jogadores – atacantes, meio-campo e defensores – têm de estar atentos e partir para interceptar o lance – o atacante Hulk, por exemplo, cortou diversos lances, sempre com a tarefa de auxiliar Marcelo..

Os jogadores também entraram no clima de ajustar o que falta. Eles conversavam muito, a todo momento orientando uns aos outros, chamando a atenção para o melhor posicionamento.

Gols, bonitos, saíram em jogadas ensaiadas

Dos quatro gols que saíram no coletivo, dois foram resultado de jogadas ensaiadas por Felipão. O primeiro, em cobrança de escanteio, quando ele exercitava as ações ofensivas, em que Davi Luiz subiu maisque os marcadores e cabeceou sem defesa para Jefferson.

O segundo, também em repetição e ensaio do lance, já acontecera de maneira semelhante ao gol de falta que Neymar já tinha marcado no Panamá. David Luiz, Marcelo e Neymar ficaram próximos à bola, mas foi o último quem cobrou com muita categoria para estufar a rede.

Quando Felipão deixou a bola correr mais solta, o treino empolgou pela qualidade dos dois times. Os jogadores estavam motivados e a bola correu de pé em pé, em lances de muita velocidade.

Foi dessa maneira, que saiu o gol mais bonito. Marcelo e Neymar trocaram passes pela esquerda, com os jogadores dentro da área aguardando o desfecho do lance. O auxiliar Flávio Murtosa, que estava atrás da baliza de Victor, orientou Jô, que acabara de substituir Fred no time titular, a se melhor se posicionar.

– Jô, vai para o primeiro pau! Por primeiro pau!

Jô se deslocou, os zagueiros o acompanharam, mas Neymar não cruzou – ele descobriu Marcelo para fazer o cruzamento. O lateral-esquerdo pegou de primeira, em um lindo voleio, marcando um gol que foi aplaudido pelos companheiros. 

(CBF)

Notícias relacionadas