menu

Brasil

26/06/2014


Fifa suspende Suárez por nove jogos, e uruguaio está fora do Mundial

Copa do Mundo

A mordida de Suárez em Chiellini, na vitória do Uruguai por 1 a 0 sobre a Itália, não saiu barata para o uruguaio. A Fifa suspendeu o atacante por nove partidas e, asim, o tirou do restante da Copa do Mundo. Além disso, o jogador do Liverpool está suspenso por quatro meses de qualquer atividade futebolística, o que respinga no clube inglês.

O comitê disciplinar da Fifa decidiu que o jogador infringiu o artigo 48, parágrafo 1, e a artigo 57, ao cometer ato antidesportivo. Suárez cumpre suspensão a partir do confronto diante da Colômbia, pelas oitavas de final. A Federação Uruguaia pode recorrer da decisão da Fifa. 

A punição foi anunciada pela porta-voz da Fifa Delia Fischer, em comunicado lido no briefing da entidade. Segundo o texto, Suárez "está proibido de participar de qualquer atividade do futebol" pelos próximos quatro meses. O veto inclui até mesmo a entrada em qualquer estádio no qual a seleção uruguaia esteja jogando.

A Federação Uruguaia deverá ainda pagar uma multa de 100 mil francos suíços (RS 250 mil) pela mordida do jogador.

 

Relembre o caso

Destaque do Uruguai na Copa, Luis Suárez mordeu o ombro do zagueiro italiano Giorgio Chiellini durante o segundo tempo da vitória uruguaia por 1 a 0 sobre a Itália, na última terça-feira.

O árbitro mexicano Marco Rodríguez nada viu e não puniu o uruguaio. Mais tarde, Godín marcou o gol da vitória uruguaia, que garantiu a classificação da seleção sul-americana para as oitavas de final.

"Ele me mordeu como já tinha feito antes. Eu gostaria de saber se a Fifa terá coragem de tomar providências para esse tipo de coisa. Acredito que não tiveram coragem de definir na hora, porque foi algo que o juiz não viu", disse o zagueiro após a partida.

A defesa do atacante, alegou que Suárez não chegou a morder Chiellini na vitória do Uruguai sobre a Itália. Eles ainda disseram que o defensor italiano já tinha a lesão no ombro.

Depois da apresentação da defesa, os 19 membros do Comitê Disciplinar da Fifa, presidido pelo suíço Claudio Sulser, se reuniram no Rio de Janeiro, na noite de quarta-feira, para tomar uma decisão sobre o caso.

Não foi a primeira vez que Suárez morde um adversário em campo. O uruguaio fez o mesmo com Ivanovic, em um duelo do Liverpool contra o Chelsea pelo Campeonato Inglês, no ano passado. Antes, ainda pelo Ajax, a vítima foi o atacante Otman Bakkal, do PSV, em partida disputada em 2010. 

(iG)

Notícias relacionadas