menu

Brasil

02/09/2015


Filho de ex-procuradora-geral da Assembleia é preso em operação do MP

A Justiça confirmou a prisão de Gutson Johnson Giovany Reinaldo Bezerra, filho da ex-procuradora-geral da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte Rita das Mercês Reinaldo, suspeita por envolvimento em esquema de corrupção investigado pela Operação Dama de Espadas. A prisão ocorreu durante a Operação Candeeiro, deflagrada na manhã desta quarta-feira (2) pelo Ministério Público do Estado. Além de Gutson Reinaldo, também foram confirmadas as prisões de mais três pessoas suspeitas por envolvimento em esquema que teria desviado R$ 19 milhões do Idema entre 2013 e 2014.

Segundo o MP, o esquema ocorreu dentro da Unidade Instrumental de Finanças e Contabilidade do Idema, que teria atuado em parceria com o então diretor administrativo do órgão e com o auxílio de terceiros, que por meio de ofícios destinavam a transferência de valores das contas do Idema para os favorecidos no esquema. Na época em que teriam ocorrido os desvios, Gutson Reinaldo era o diretor administrativo do Idema, função que só deixou em maio deste ano.

Dos outros três presos temporariamente, dois trabalharam no Idema. Clebson Bezerra e João Eduardo de Oliveira Soares atuavam na Unidade Instrumental de Finanças e Contabilidade, enquanto Renato Bezerra de Medeiros, também detido, não tinha vínculo de trabalho com o órgão.

Pelo menos dois dos presos já foram submetidos a exames de corpo de delito no Itep, mas não há a confirmação sobre o local em que ficarão custodiados.

Tribuna do Norte 

Notícias relacionadas