menu

Brasil

20/12/2014


Firmino e W.Dias ainda negam indicar nomes para parceria que está acertada

O governador eleito Wellington Dias (PT) e o prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), confirmaram ontem que Estado e o Município farão parcerias na Secretaria de Saúde e na Agespisa, no abastecimento d'água e saneamento na capital. As tratativas foram confirmadas pelos dois gestores durante a solenidade de posse da nova diretoria do Tribunal de Contas do Estado. Wellington Dias informou que deve anunciar a equipe de governo ainda antes do Natal.

Wellington disse, durante entrevista, que conversou com o prefeito Firmino e ajudará nas ações em saúde, saneamento e abastecimento. "Vamos trabalhar numa gestão conjunta que interessa ao Governo e à Prefeitura. Estamos perto de poder trabalhar isso. Mas ainda não podemos confirmar nenhum nome. Talvez possamos anunciar a equipe ainda antes do Natal", declarou o governador eleito. "Temos total interesse de trabalhar em consonância com o prefeito Firmino Filho e resolver problemas graves na área da saúde e da Agespisa", completou.

Wellington e Firmino sentaram lado a lado no auditório, antes de serem chamados para compor a mesa de honra, e conversaram animadamente por algum tempo. O prefeito disse que foram feitos os diagnósticos dos problemas e os relatórios foram apresentados ao governador eleito para que busquem soluções conjuntas para estes problemas. "Temos dificuldades de ter regularidade no abastecimento e, principalmente, no saneamento básico. O papel da Arsete (Agência Reguladora de Serviços da Prefeitura) na Agespisa é cobrar as metas e o cumprimento do contrato. A Agespisa não tem honrado com o compromisso", declarou Firmino em referência ao contrato de ampliação do abastecimento d'água e de esgotamento sanitário da Agespisa em Teresina.

Ele negou que haja discussão da participação do PSDB em cargos na administração do Estado. "O trabalho conjunto e as parcerias são para enfrentar estes desafios. Não estamos tratando de cargos ou nomes, queremos a solução dos problemas", acrescentou, dizendo que estas são obrigações do governador e do prefeito e que é necessário que enfrentem os desafios em comum.

Notícias relacionadas